Circo para bebês e crianças na primeira infância

Circo para bebês e crianças na primeira infância

Leila Oliveira Acampamento de Circo, Dicas, Pais

Brincando de circo com bebês e crianças na primeira infância

A idéia do tema de Circo para bebês e palhaços começou quando planejamos um Dia do Nariz Vermelho especial em nossa creche, voltado para crianças até 4 anos. Nós guardamos narizes de um ano anterior em uma caixa de roupas com outros acessórios – gravatas, armações de óculos, perucas, cachecóis, laços e fitas. Essas surpresa da caixa, claramente tinham os ingredientes de um momento divertido. Coloque um chapéu ou uma peruca, um nariz falso, em seguida, um par de óculos grandes e você se torna uma pessoa diferente, muito provável que faça os outros rirem.

Eu coloquei uma peruca encaracolada e grandes óculos com um nariz preso e fingi fazer malabarismo. Logo após, cantei uma adaptação de uma série de rimas, em pé, enquanto eu deixava uma bola atrás da outra cair. E assim continuou e se tornou o começo do nosso tópico de circo.

Um circo estivera na nossa cidade alguns meses antes e muitas crianças tinham visto camelos, elefantes e cavalos no campo em volta da tenda. As crianças que visitaram o circo também tinham visto cachorros com palhaços, acrobatas, malabaristas e monociclistas, então a idéia era familiar e atraente para eles.

Convertemos um dos quartos em uma grande tenda com tiras de papel crepom colorido penduradas. Dessa forma, elas desciam de  suportes de cordas no meio da sala em direção ao topo dos quadros de avisos. Vermelho, amarelo e azul foram as cores escolhidas. Com cadeiras e almofadas dispostas em um semicírculo por baixo, deixando muito espaço para os artistas, o circo para bebês tinha chegado ao berçário!

Os pais podem ajudar?

Os pais costumam ter acessórios que podem ser usados ​​em um tema como esse. Um pai doou a cartola de uma criança que ele recebeu quando tinha cinco anos de idade. Isso foi ideal para o papel de mestre de palco. Imagine o quão importante você se sentiria usando isso, gritando “Suba, suba! Senhoras e senhores, meninos e meninas, o maior espetáculo da Terra está prestes a começar! Outro pai nos deu um par de sapatos enormes, que poderíamos decorar para os nossos palhaços usarem.

1. Matéria dos Animais
(Entendendo o mundo)

● Introduzir conceitos ambientais. As crianças se entretinham com os camelos e elefantes se apresentando no circo. No entanto, precisamos incentivá-los a pensar em como os animais de circo são treinados e em quão inadequadas podem ser suas condições de vida. Muitos países já restringiram o uso de animais não domésticos em circos e estão promovendo circos livres de animais. O que as crianças pensam sobre isso?

● Desenvolver as habilidades de observação das crianças, introduzindo os opostos. Ou seja: palhaços vêm em todas as formas e tamanhos: altos e baixos, gordos e finos, e os aros e carros que eles usam passam por cima e por baixo, através e ao redor.

● Exercite o contraste, pintando os rostos de duas crianças com pequenas variações – Similarmente ao palhaços reais, não há dois iguais!

2. ingressos por favor!
(Desenvolvimento pessoal, social e emocional)

● Um circo para bebês, com bilheteria proporcionará às crianças oportunidades ideais para classificar ingressos, folhetos e programas. Por exemplo: uma caixa registradora e preços ilustrados, juntamente com uma lista de preços convencional, incentivarão o entendimento das crianças sobre as moedas e seu valor.

● Faça um número de rostos de palhaço para incentivar a contagem e a numeração ordinal.

● Um gráfico de altura representando um palhaço em palafitas acrescenta uma entrada acolhedora para qualquer espetáculo e pode ser usado para comparar e medir. As fitas adesivas coladas às tiras de cartão fazem estacas rápidas e simples.

● A decisão sobre quantos artistas haverá em cada programa e quanto tempo cada um deles poderá estar na arena, com certeza, incentivará a solução de problemas e desenvolverá o raciocínio das crianças.

3. Ter uma bola
(Desenvolvimento físico)

● Uma das atividades que criou o mais divertido foi todo mundo aprender a fazer malabarismos. Alguns de nós não conseguiam nem pegar uma bola, muito menos jogar na direção certa! Ou seja,  imagine a cena enquanto tentávamos manipular duas ou três bolas de esponja de cada vez?

● Cambalhotas tornaram-se um “exercício” regular no berçário, com qualquer espaço de carpete sobressalente usado para praticar técnicas de queda!

● Um comprimento de corda esticado no chão tornou-se similar a  uma  corda bamba. De fato, equilibrar-se ao longo de seu comprimento era muitas vezes complicado e não tão fácil quanto parecia.

● Tivemos a sorte de ter uma barra de equilíbrio e não apenas os equilibristas estavam equilibrando nela, mas vários piratas foram vistos andando na prancha também!

● Se possível, peça emprestado um par de nadadeiras para que as crianças possam experimentar como é caminhar com sapatos extra-grandes. Seria mais fácil equilibrar uma perna ao usar sapatos mais longos? (Nesta atividade precisa de supervisão e orientação por causa dos perigos potenciais.)

● Nossos palhaços também tiveram competições na cama elástica. Nesse meio tempo, puderam contar quantos saltos em um minuto! Quem poderia saltar o mais longo, o mais alto e fazer a posição mais incomum no ar?

4. Envie os palhaços
(Artes expressivas e design)

● Pintar um rosto de palhaço em um contorno que pode ser feito posteriormente em uma máscara pode ser  divertido.  Pois como cada imagem é diferente, dessa forma, eles podem ser usados ​​para comparar e contrastar.

● Nós tínhamos pegado emprestado um CD de música de circo da biblioteca, mas uma rápida navegação na internet fornecerá uma variedade de músicas para acompanhar cada ato.

● Fornecer chapéus, perucas, máscaras, penas e tecido, com o intuito de que que crianças projetem e preparem suas próprias roupas prontas para o seu desempenho.

● A criação de cartazes do circo para bebês, É um momento importante antes do evento, uma vez que  incentivará participação no planejamento.

● Um de nossos carros externos com uma porta, abrindo e fechando por conta própria, foi usado por vários de nossos palhaços, aumentando o apelo do público!

● Fornecer bebidas durante o intervalo. Bem como,  pirulitos coloridos de papelão, sorvete de algodão. Todas essas coisas coloridas foram comprados antes do início da segunda metade do espetáculo. No circo para bebês evitamos açucar em excesso para tudo não se tornar um caos.

5. Incrementando
(Desenvolvimento pessoal, social e emocional)

● Durante nossas discussões, falamos sobre os perigos, nervosismo e excitação de se apresentar na frente de outras pessoas. Por exemplo: a sensação de balançar acima da multidão ou perder o equilíbrio em uma corda bamba? Também falamos sobre como alguns palhaços nos fazem sentir desconfortáveis, talvez assustados . Eventualmente isso pode ser  um assunto difícil para menores de cinco anos. O circo para bebês trouxe leveza para abordar isso.

● As crianças ficaram fascinadas ao saber que cada palhaço é único no rosto e no nome. E que além disso, sua maquiagem pode levar mais de uma hora para ser concluída.

● Experimente usar alguns acessórios e veja o que acontece. Por exemplo: algumas perucas e chapéus ajudam a refletir o caráter e a personalidade do artista que você ou as crianças estão retratando.  Por exemplo: alguns mandões, outros tristes, outros confiantes ou engraçados.

● Numa das apresentações mais populares do palhaço no circo para bebês, ele usou flores de plástico, fingindo jogar água na platéia. Além disso, baldes foram preenchidos com fitas de papel crepom azul e o conteúdo jogado na multidão causou diversão também.

6. Fazendo apresentações
(Comunicação e Linguagem; Alfabetização)

● Dê a uma criança um microfone e você estará a meio caminho de uma apresentação. O apresentador não apenas o usou para atrair as multidões e anunciar o primeiro artista – Muitas crianças tiveram que se revesar como apresentador!

● A apresentação de cada ato irá desenvolver a autoestima, a confiança e o vocabulário das crianças. Um pequeno apresentador, apresentou seu amigo vestido de malabarista com as palavras: “E agora, senhoras e senhores, juntem suas mãos enquanto eu apresento o homem mais engraçado que conheço. Suas piadas são incomparáveis, mas ele não consegue fazer malabarismos. ”

● Primeiro, Imprima imagens de palhaços da internet , em seguida, dê um nome a cada um. O intuito é que ao achar um motivo para o nome, os pequenos  desenvolvem as habilidades de pensamentos. Similarmente, adapte rimas e canções bem conhecidas para incorporar os diferentes artistas de um circo. Durante semanas após o término, o tema  ainda está grudado na mente.

● Use livros de histórias para aprimorar o tema.  Use palavras rimadas em frases – o palhaço cai, ela voa alto tocando o céu, um acrobata de chapéu – para desenvolver as habilidades de escuta das crianças e a compreensão dos sons.

Fonte:https://www.teachearlyyears.com/learning-and-development/view/early-years-topic-the-circus