como conseguir que seus filhos façam o que você quer

Como conseguir que seus filhos façam o que você quer?

Leila Oliveira Uncategorized

Muitos pais já devem ter refletido sobre  Como conseguir que seus filhos façam o que você quer
Recentemente, um artigo na revista TIME revelou os resultados de uma pesquisa da Associação Americana de Psicologia. Esse artigo mostrava que um terço dos adolescentes não lêem mais livros por prazer. Como pais, uma pesquisa como essa pode nos levar a dar uma palestra para nossos filhos sobre a importância da leitura. No entanto,  e se eu lhe dissesse que há uma fórmula muito mais interessante para que seus filhos leiam?

E se eu lhe dissesse que a mesma fórmula poderia fazer seus filhos se limparem, se alimentarem de maneira mais saudável. Ou ainda,  serem mais responsáveis ​​nas mídias sociais e até mesmo desenvolverem uma fé prática própria?

A resposta sobre como conseguir que seus filhos façam o que você quer, está na fórmula resumida nesta citação de Paulo Coelho: “O mundo é mudado pelo seu exemplo, não pela sua opinião”.

Você vê, como pais, podemos dizer aos nossos filhos o dia todo que queremos que eles guardem seus sapatos.  Porém,  se eles virem seus sapatos espalhados pelo chão da sala, todas as noites, eles saberão que você não está falando sério. Da mesma forma, você pode ensinar seus filhos sobre a importância da leitura de livros – você pode até mesmo suborná-los para ler mais -, mas quando as crianças veem os pais lendo regularmente, é provável que elas também se tornem leitores. É o jeito mais convincente de  conseguir que seus filhos façam o que você quer.

Isso é porque nossos filhos são mais propensos a seguir nosso exemplo do que nossa opinião ou conselho.

Jesus ensinava através de exemplos

É o mesmo quando se trata de nossa fé. Se quisermos que nossos filhos tenham uma fé prática, ou seja,  que  sirva aos outros, eles precisam nos ver servindo aos outros.  Não basta que os pais digam aos filhos para que eles leiam suas Bíblias todos os dias. As devoções diárias são importantes, sim, mas nossos filhos precisam nos ver vivendo nossa fé praticamente para que fiquem.  A fé prática é algo que é capturado, não ensinado.

O velho ditado de que as ações falam mais alto que as palavras é verdadeiro. Na verdade, é uma ideia que Jesus modelou.

Quando Jesus começou a compartilhar sua nova perspectiva sobre Deus, ele não apenas andava por aí divulgando sua opinião em público e esperando que as pessoas mudassem. Em vez disso, ele convidou 12 garotos para segui-lo. E principalmente: para observar o modo como ele vivia, ouvir a maneira como ele falava e servia aos outros. Nós chamamos isso de discipulado, mas é uma ideia que é muito mais do que muitos de nós percebem.

Veja, os cristãos tipicamente traduzem a palavra “discípulo” como “estudante”. Apesar disso,a palavra hebraica para discípulo é “talmid”, que é mais precisamente traduzida como “aprendiz”. Ou seja,  alguém que está sendo levado a se tornar exatamente como seu professor.

Pense em quando você era estudante na escola e estava na aula de matemática. Você percebeu que precisava entender e memorizar em algum nível para obter uma boa nota ou passar no exame. Mas isso é diferente para um aprendiz. Um aprendiz de mecânico, por exemplo, não só assiste a um mecânico qualificado no trabalho, mas também é convidado a fazer o que o mecânico faz, para que um dia possam trabalhar em sua garagem.

Exemplo: a melhor forma de conseguir que seus filhos façam o que você quer:

Um aprendiz não aprende apenas o que o professor sabe, mas  faz o que o professor faz.

Se quisermos que nossos filhos aprendam, eles precisam nos ver fazendo isso.

Se queremos que nossos filhos sejam responsáveis ​​nas mídias sociais, eles precisam nos ver postando com responsabilidade.

Se queremos que nossos filhos tenham um dia de descanso, eles precisam nos ver descansando.

Se queremos que nossos filhos leiam mais, precisamos ler mais e deixá-los nos pegar fazendo isso.

Se quisermos que nossos filhos comam com mais saúde, exercitem mais, falem educadamente, tenham limites saudáveis ​​com a tecnologia, não fiquem com raiva ou tenham uma fé prática – então precisamos modelar essas coisas.

Porque seus filhos seguirão seu exemplo, não apenas sua opinião.

Fonte: https://theparentcue.org/how-to-get-your-kids-to-do-what-you-want-2/