crianças que praticam circo

As crianças que praticam circo estão mais preparadas para a vida fora de casa?

Acampamento Águias da Serra Acampamento de Circo, Dicas, Educadores, Pais

As crianças que praticam circo estão mais preparadas para um mundo além de suas casas? Escolhi explorar o papel das crianças que praticam circo, uma vez que influenciou muito a minha vida. Experimentei em primeira mão como é difícil para as crianças serem aceitas com o rótulo de “artista de circo”. Por isso, sei  como é difícil para uma criança se adaptar aos dois ambientes. .

Está cada vez mais difícil para os pais que trabalham no circo, educarem seus filhos. As leis educacionais estão tornando-se cada vez mais rígidas. Elas são duras em manter seu filho na escola entre os cinco e os dezesseis anos. Por esse motivo, famílias itinerantes estão se tornando mais restritas sob essa lei e logo terão um efeito diante das apresentações circenses tradicionais. Ou seja, menos crianças terâo  capacidade de viajar, realizar e aprender a forma de arte que passa de geração em geração.

O circo e a educação

Recentemente, o governo irlandês decidiu reduzir o alcance do trabalho acadêmico às famílias itinerantes de circo. As crianças nas escolas não têm mais direitos a educação que crianças que praticam circo, na estrada. Pode ser mais difícil aprender matemática e inglês enquanto viajam, no entanto, elas aprenderão muito mais sobre a vida e como cuidar de si mesmas. Ao permitir que as crianças aprendam enquanto estão em seu ambiente circense, a comunidade pode continuar gerando arte, por gerações.

Eu cresci em um ambiente de circo urbano. Significa que eu não viajei tanto quanto as crianças que crescem em um circo de turismo. Aliás, de certa forma eu tive o melhor dos dois mundos. No entanto, quando meus pais tiveram que viajar para o trabalho, a escola relutou em deixar-me ir, à medida que envelhecia, ficava mais difícil para a minha mãe persuadir a escola a me deixar viajar também. Por isso, eu acredito que é igualmente importante aprender sobre a maneira como o mundo funciona, bem como lições como matemática, ciências e inglês. Uma vez que outras vivências, fornecem habilidades que eles precisarão e que a escola não pode ensinar. Além disso, ao viajar pelo mundo, até mesmo pelo país, você pode ampliar sua compreensão do ambiente e aprender a ser criativo e independente.

Porque não levar as crianças a praticar circo no ambiente escolar?

O circo poderia se tornar parte do currículo escolar, mesmo em um assunto como educação física. Dessa forma, fecharia a lacuna de habilidades entre os sexos, pois a gama de habilidades que as crianças poderiam aprender é muito mais ampla. Além disso, sempre há algo para todos.

Muitos aspectos do treinamento de circo são perigosos. Por exemplo: o arremesso de faca não é algo que os pais gostariam que  crianças participassem. No entanto, é preciso aprender a manuseá-las para  estarem seguros com facas, aprendendo a maneira de segurá-los corretamente.  Ao fazer isso, a criança se torna fundamentalmente mais segura do que antes.

‘Crianças de algodão’ podem estar mais seguras enquanto vivem em casa, mas têm menos experiência quando saem do conforto da casa. Crianças que praticam circo, realizam acrobacias aparentemente mais perigosas, são valorizadas por sua habilidade. Por isso, sentem-se apreciadas e seguras com o que estão realizando. Ou seja Percebem a si mesmos como preparados para a tarefa.

Além disso, as disciplinas mais seguras na rede de circo podem ser física e mentalmente desafiadoras. Por exemplo, o malabarismo é feito de padrões; Isso funciona do lado lógico do cérebro. Seria como matemática e movimento combinados. O teorema de Pitágoras é usado na plotagem de uma tenda e tecidos na criação de roupas. Outra possibilidade são as habilidades aéreas. Elas são extremamente boas para a resistência e força, por exemplo: aprender a levantar o seu próprio peso e de outra pessoa.

O circo pode oferecer muito mais pela educação das crianças

‘Clown’ é um dos muitos rótulos que são empurrados para crianças que praticam circo. Não muitos artistas de circo são palhaços, pois é apenas um pequeno ramo em uma árvore inteira de habilidades. Porém, é uma habilidade muito madura, mesmo que não pareça e leva muito tempo para dominar.

O circo é mal entendido pelas crianças de hoje. Acredito que, se o circo fosse trazido para o currículo escolar, haveria menos rotulação da forma de arte e mais apreciação. Algumas escolas até chegam a incentivar algumas paradas de mãos, cambalhotas e rolamentos,  nos jardins da escola. Estas são as coisas que a maioria das crianças lembrará de estar na escola primária, porque elas eram divertidas e desafiadoras ao mesmo tempo.

Fonte: https://www.voicemag.uk/blog/39/children-in-circus-and-education-ready-for-the-world