As férias não devem parar o aprendizado

As férias não devem parar o aprendizado

Leila Oliveira Acampamento de Férias, Dicas, Pais

As férias não devem parar o aprendizado, nem deveria ser uma ruptura no processo. Infelizmente, isso é o que acontece com frequência, resultando em uma queda significativa no domínio dos conceitos básicos por parte dos alunos. A National Summer Learning Association relata que os alunos perdem um equivalente a dois meses de suas habilidades matemáticas em nível de série durante o verão. E ainda, os alunos de baixa renda também perdem a mesma equivalência em realizações de leitura.

Como educador, é desanimador ver os alunos passarem todo o ano letivo obtendo ganhos em sua educação. Porém, voltando de intervalos amplos, alguns passos atrás. Sobretudo, fazendo os professores dedicar um tempo valioso revisando o conteúdo, antes de introduzir novos materiais. Isso é totalmente evitável! Pois, embora os intervalos escolares são certamente, um tempo para relaxar, as férias não devem parar o aprendizado. Certamente,  há muitas coisas que os estudantes podem fazer para retornar à escola com a mesma nitidez que saíram.

A chave para a educação  é o aprendizado baseado em atividades que torna os conceitos relevantes em maneiras reais e significativas. Isso é deve ser aplicado  especialmente em disciplinas STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática) .

Por exemplo: nas salas de aula Project Lead The Way (PLTW), os alunos aprendem os conceitos de velocidade, sustentação e resistência ao construir um aerofólio que atenda a determinadas restrições. Na terceira série, os alunos do PLTW Launch aprendem sobre forças, eixos e alavancas e aplicam esses conceitos para projetar uma máquina simples para resgatar um animal que caiu em uma trincheira. Lições como essas mostram aos alunos a relevância de seu aprendizado e os engajam e inspiram a continuar aprendendo. Mas aprender assim não precisa ficar confinado a uma sala de aula.

Atividades para não parar o aprendizado nas férias

Atividades comuns apresentam experiências de aprendizado do mundo real para os alunos. Durante o verão, uma piscina pode ensinar os alunos sobre a flutuabilidade; um jogo de baseball pode ensinar sobre velocidade e arrasto. Pais e filhos que gostam de assar juntos podem transformar as medições em uma aula de matemática sobre frações. O PLTW possui uma ótima lista de atividades STEM de verão. Elas tem como objetivo para ajudar a combater a perda de aprendizado no verão.

Há também sites e aplicativos, por exemplo: o Kahn Academy e o PBS Design Squad! Eles  oferecem aulas e atividades interessantes para os alunos. Muitas ferramentas podem ser acessadas em uma biblioteca comunitária se um computador não estiver disponível em casa.

Os acampamentos são outra ótima maneira de continuar aprendendo! A partir daí, você pode pesquisar por assunto ou atividade para descobrir qual acampamento ou sessão é melhor para seu aluno.

Por fim, a aprendizado não precisa cessar quando o sino da última aula tocar. Ou seja, as férias não devem parar o aprendizado. De fato, a responsabilidade de continuar aprendendo durante os intervalos da escola fica com cada um de nós. Quando se trata de perda de aprendizado, podemos mudar de rumo. Nós podemos ajudar os alunos a terem uma pausa agradável e relaxante. Isso tudo,  enquanto continuam a aprender.

Fonte: https://www.acacamps.org/campers-families/parent-blog/school-breaks-shouldnt-be-break-learning